Foto: PRF

De acordo com a Polícia Militar, os pms avistaram duas pessoas em atitude suspeita em um Jac J3 e, durante a tentativa de abordagem, o condutor fugiu. Houve acompanhamento tático e o casal acabou ferido, como explica o comandante do BOPE, coronel Hudson Teixeira.

A PM informou ainda que a primeira tentativa de abordagem foi na Rua Maria da Gloria Silveira e o acompanhamento seguiu até a Avenida Rui Barbosa, onde ocorreu a abordagem e os disparos.

O policial foi atingido por estilhaços nas pernas, braços e sofreu um corte na cabeça. Está internado no Hospital Cajuru, em Curitiba, em observação.

A passageira foi atingida por um projétil em um dos tornozelos, e está internada no mesmo hospital.

Em nota a Polícia Rodoviária Federal informou que o prf dirigia o veículo quando avistou homens armados próximo a um carro, escondidos atrás de um caminhão estacionado.

A nota diz ainda que, ao imaginar que se tratava de uma tentativa de assalto, o policial rodoviário federal parou e engatou marcha à ré. A uma distância de pelo menos 20 metros, começaram os disparos de arma de fogo em sua direção. O coronel Hudson diz não descartar a possibilidade de o policial rodoviário ter confundido os pms.

Na sequência, o policial perdeu o controle do carro e bateu contra o muro de um imóvel. Ele saiu do veículo e pediu apoio em uma unidade do Corpo de Bombeiros, que fica nas imediações.

A PRF informou  que o policial estava desarmado e voltava de um show de comédia, acompanhado por uma amiga.

Conforme relato do agente da PRF, em nenhum momento os atiradores se identificaram como policiais militares antes de efetuar os disparos. Ele também informou que não conseguiu avistar nenhuma viatura caracterizada no local.

O Comandante do Bope afirmou que os pms estavam no loca…

Clique aqui para ver a publicação completa