Foto: Polícia Civil

Uma operação deflagrada nesta terça-feira (3) pela Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba desmantelou uma quadrilha suspeita de furtar R$ 2,4 milhões em insumos para plástico. Este foi o volume retirado de apenas uma empresa, que tem atuação no Paraná e em Santa Catarina. Cinco pessoas foram presas e outras três foram conduzidas coercitivamente para delegacia, para prestar esclarecimentos.

Segundo informações da Polícia Civil, o grupo era formado por funcionários de uma empresa de materiais plásticos da cidade de Piraquara. Eles se aproveitaram de cargos de confiança para retirar polietileno da fábrica.

A Polícia Civil revelou que os furtos eram realizados durante a madrugada para não chamar atenção. Um dos funcionários constatou diferenças entre o volume de insumos adquiridos e o volume produzido conforme as notas fiscais emitidas. Este funcionário da empresa notou, em apenas dois dias, a falta de 16 toneladas de material, avaliadas em R$ 140 mil.

A quadrilha desviou, entre março de 2015 até março de 2017, mais de 500 toneladas de material. O delegado Emmanoel David explica como a quadrilha agia.

https://cbncuritiba.com/wp-content/uploads/2017/10/SONORA-OPERAÇÃO-PLÁSTICO-01-JC.mp3

O delegado conta que o material furtado tinha destino certo.

https://cbncuritiba.com/wp-content/uploads/2017/10/SONORA-OPERAÇÃO-PLÁSTICO-02-JC.mp3

Em seis meses de investigações, foram constatados crimes de furto mediante fraude, falsificação de documentos públicos e particulares, lavagem de dinheiro e associação criminosa. As investigações devem continuar porque há suspeita de que a quadrilha tenha furtado materiais de outras empresas, inclusive de outros estados.

Repórter Joyce Carvalho

Este slideshow necessita de JavaScript.

Click here to view full post