Foto: Lucian Pichetti

A movimentação foi intensa na manhã desta sexta-feira no Parque Tingüi, tanto de curiosos quanto de policiais e bombeiros, que tiveram que realizar buscas no lago do parque. Lá estava um carro, submerso, e não havia qualquer sinal do motorista.

O guarda municipal Coimbra, que esteve no local, contou como ficou sabendo da existência de um automóvel dentro do lago do Parque Tingüi.

As equipes que realizaram as buscas no local verificaram que no veículo estava a carteira com todos os documentos do condutor. A família do motorista, identificado como Marcos Mathozo Cordeiro, de 25 anos, foi para o parque assim que recebeu a informação sobre o carro.

O guarda municipal Coimbra revelou que o último contato de familiares com o motorista aconteceu durante a madrugada desta sexta-feira.

Toda a ação chamou a atenção de frequentadores do parque, moradores da região e também de motoristas que trabalham por meio de um aplicativo de transporte de passageiros em carros particulares. Eles foram para lá assim que surgiu a identificação do automóvel e do seu condutor, que também atuava por meio da plataforma. Os motoristas falaram sobre a falta de segurança.

Enquanto as buscas aconteciam, veio a informação de que o recolhimento do corpo de um homem em Almirante Tamandaré poderia ter ligação com o carro encontrado no lago do Parque Tingüi. Horas depois, a polícia conseguiu confirmar que se tratava de Marcos Mathozo Cordeiro, que foi assassinado a tiros.
Agora, a Delegacia de Almirante Tamandaré vai investigar o caso.

Repórter Joyce Carvalho

Click here to view full post