O táxi e a regulação - a questão UberRegular é estabelecer regras. Regras que permitam que o consumidor seja respeitado.

Os táxis, de cooperativa, ou não, perderam a capacidade de serem regulados pelo consumidor. Muitos táxis e poucos fiscais. Assim, os taxistas passaram a fazer o que queriam com os passageiros, sem o risco de serem punidos.

Surgiram as cooperativas exatamente para ser a “elite dos táxis” e aumentar a confiança do consumidor.

O modelo dos táxis faliu, como vários outros na sociedade, pois o mundo aumentou o patamar de complexidade demográfica e nosso modelo de administração não conseguiu mais acompanhar o novo ambiente.

O Uber e serviços similares trazem nova forma de regulação muito mais eficaz, aberta e compatível com a atual complexidade. Através das tecnologias digitais, conseguem que passageiros e motoristas se auto fiscalizem o tempo todo. Quem não estiver adequado com o padrão daquela comunidade de consumo é afastado, sem a necessidade de um centro fiscalizador.

É o modelo usado no Airbnb, no Mercado Livre, na Estante Virtual. De certa forma, no Facebook, no YouTube e no Google, que se baseiam em reputação para subir ou descer o status de determinado conteúdo.

“Não há explicações finais apenas explicações melhores” – Gleiser.

O que precisamos fazer agora é migrar mais e mais a sociedade para o novo modelo e não o contrário.

Muita gente pede que se regule o número de motoristas do Uber, até novos motoristas do Uber. Querem agora quer criar o corporativismo 3.0.

Isso, entretanto, não se resolve com regulação de número de motoristas, mas com mais tecnologia. Teremos:

  • Novos concorrentes, que permitirão que consumidores escolham novas comunidades de consumo na área dos transportes de passageiros, que se adequam mais a cada perfil.
  • Melhoria na plataforma, em que se pode definir que tipo de carro se quer pegar (por exemplo, só carros do ano), ou motoristas mais experimentes, ou que tem cinco estrelas, nada mais, nada menos, o que elimina determinados segmentos
  • Pode-se criar roteiros cada vez mais inteligentes para que motoristas possam circular em áreas menos concorridas, ou se especializar em nichos, tais como deficientes físicos, pets, surfistas, ciclistas, etc.

Conflito de mentalidades

Obviamente, que se passar a não valer a pena em termos financeiros estar nos Ubers, muita gente vai fazer outra coisa e o mercado vai se regulando por ele mesmo.

Temos aí, no fundo, conflitos de mentalidade: a mentalidade 2.0, da gestão, do centro definindo tudo por todos versus a mentalidade 3.0, da curadoria, das relações definindo o que é melhor para o conjunto.

O Uber e serviços similares expressam bem o que é o Liberalismo 3.0

Parece-me evidente quem vai vencer no amanhã, mas até lá viveremos tempos difíceis, pois quem ama o passado adora colocar areia no tanque de gasolina do futuro para ver se ele fica mais lento. [Web]

. . .

http://webinsider.com.br/2017/04/06/novo-modelo-administrativo-tira-a-gestao-do-gerente/embed/#?secret=FRU3cKFiEP

http://webinsider.com.br/2017/01/26/como-usar-as-hashtags-do-instagram-para-contatos/embed/#?secret=O0w5xNGVOp

http://webinsider.com.br/2017/02/02/o-avanco-da-uberizacao-e-os-criterios-do-uberometro/embed/#?secret=lKycKkshdR

Leia também:

  • Precisamos falar sobre robôs na escola
  • Agentes inteligentes encurtam o caminho no ensino
  • A robotização da administração
  • A administração em crise
  • Curadoria digital: o mundo vai adotar o modelo Uber
  • O fim da gestão e o início da curadoria
  • Por que uberizar uma empresa tradicional
  • O que vai acontecer no mundo pós-internet?
  • A migração para a governança digital
  • O pós-capitalismo virá com os algoritmos
  • A solução dos problemas da sociedade é uma questão política

http://webinsider.com.br/2017/01/09/agora-sou-midia-tambem-e-tenho-que-aprender-a-lidar-com-isso/embed/#?secret=T37uzWPK8B

http://webinsider.com.br/2016/12/04/sobre-o-episodio-1-da-terceira-temporada-de-black-mirror/embed/#?secret=nDmbpCliIX

http://webinsider.com.br/2016/10/20/a-formacao-individual-no-ensino-do-seculo-21/embed/#?secret=qvw7Zk6bLD

http://webinsider.com.br/2016/12/16/ha-um-continente-3-0-e-nao-o-enxergamos/embed/#?secret=swpFn1MWPm

The post Os táxis perderam a capacidade de serem regulados pelo consumidor appeared first on Web.

Se você gostou da notícia compartilhe nos botões abaixo ou ao lado.

Fique atualizado, siga a gente no Instagram Facebook

Faça a análise SEO da sua empresa gratuitamente e em menos de 1 minuto. Análise Mercado Binário

Veja o texto original

Somos uma agência diferente, focada em vendas e automação.
http://criacaode.site
http://desenvolvimentode.site http://criacaositecuritiba.com

Até a próxima  🙂
Abraços Rodrigo Schvabe

Ou entre em contato conosco
Email: atendimento@mercadobinario.com.br


Endereço:
Mercado Binário

3ª andar – Av. João Gualberto, 1881 – Juveve,
Curitiba
Paraná
8003000

Telefones: (41)39088448
WhatsApp:(41)99547-3615