Foto: Vanessa Fernandes

A Secretaria da Segurança Pública do Paraná, junto com representantes das forças de segurança municipais e federais, divulgaram nesta sexta-feira (29) o balanço final da Operação Esforço Integrado que aconteceu no Paraná e em outros 10 estados.

O objetivo da ação policial foi reforçar a segurança em toda a área de fronteira combatendo a entrada e saída de drogas ilícitas, armas e diversos outros produtos ilegais.

Na ação, mas de 1,1 mil agentes de segurança, abordaram mais de 24,6 mil pessoas, vistoriaram 14.355 veículos bem como 30 estabelecimentos comerciais.

O trabalho resultou na apreensão de 130 veículos, dois ônibus, oito embarcações e 17 carros foram recuperados pela polícia. Doze armas de fogo foram apreendidas, assim como 107 simulacros e 69 munições de diferentes calibres. Os policiais ainda encontraram 530 caixas de cigarro contrabandeados além de outras mercadorias ilegais. 83 pessoas foram presas e oito adolescentes apreendidos. Os policiais apreenderam também quase 3 toneladas de drogas entre maconha, cocaína, haxixe e crack.

Segundo o Coronel Antonio Zanatta Neto, chefe do Estado Maior da Polícia Militar, com ações integradas como esta é possível reorganizar o trabalho das forças de segurança e se antecipar as ações de criminalidade.

Durante a apresentação dos resultados da 1ª fase da Operação Esforço Integrado, todos os integrantes das forças de segurança reiteraram que outras ações como esta serão desenvolvidas no Paraná pelo serviço de inteligência da Secretaria de Segurança Pública junto às forças federais do Ministério da Segurança Pública.

— Repórter Vanessa Fernandes

Clique aqui para ver a publicação completa