O Facebook está se tornando cada vez mais agressivo com quem não se conecta frequentemente. Já faz um ano desde que Rishi Gorantala deletou o aplicativo do Facebook de seu celular, desde então a companhia só se tornou mais e mais agressiva em seus e-mails para conquistá-lo de volta. A rede social começou notificando esporadicamente quando algum amigo postava fotos ou fazia comentários. Todas essas notificações eram acompanhadas de um convite para clicar em um link para checar sua atividade no Facebook. Rishi raramente clicava.

Então, mais ou menos uma vez por semana em setembro, ele começou a receber mensagens do endereço do serviço de segurança do Facebook. “Parece que você está tendo problemas para conectar-se ao Facebook”, os e-mails diziam. “Basta clicar no botão abaixo e nós vamos conectá-lo. Se você não estava tentando conectar-se, nos avise.” Acontece que Rishi não estava tentando se conectar, e ele não acha que qualquer outra pessoa estivesse tentando também.

“O conteúdo do e-mail que eles mandam é essencialmente feito para tentar te enganar,” disse Gorantala, 35 anos, que vive no Chile. “Como se alguém estivesse tentando acessar minha conta, então eu deveria me conectar.”

Números da rede

O Facebook, que tem mais de 2 bilhões de pessoas se conectando mensalmente, nunca falhou quando se trata de aumentar seu número de usuários. Porém, para atender as expectativas dos investidores com um número de usuários consistente, é tão importante para a empresa reter usuários como Gorantala, quanto é recrutar novos membros para a comunidade virtual. De acordo com capturas de tela e usuários do mundo todo, pessoas que estão se conectando no Facebook com menos frequência, mas não estão totalmente desconectadas, estão notando uma frequência cada vez maior de mensagens solicitando sua volta. Várias vezes ao dia, via e-mails ou mensagens de texto, lembrando a eles o que eles estão perdendo. Gorantala, que parou de utilizar o Facebook por causa de preocupações com sua priv…

Click here to view full post