julho 24, 2017
0

0

Conteúdo

Inbound Marketing é diferente de propaganda

O modo de consumirmos mudou. Depois da criação e propagação da internet, as pessoas estão mais participativas e querem menos intrusão em suas vidas. A publicidade tradicional, ou Outbound Marketing, sempre foi pautada na interrupção, para as empresas venderem seus produtos ou serviços em meio à programação. Já o Inbound Marketing veio para provar que é possível vender sem ser invasivo.

“Nós estamos vivendo uma revolução na forma com que as pessoas encontram produtos e escolhem as empresas com as quais querem se relacionar.” – Brian Halligan e Dharmesh Shah

A publicidade tradicional é aquela que vemos todos os dias na TV. Você está assistindo a um programa e ele pausa para a veiculação das propagandas – normalmente naqueles momentos mais decisivos do filme ou novela que você está assistindo. Essa publicidade também se propagou para a internet e já podemos observar anúncios antes ou até mesmo durante um conteúdo no YouTube e no Facebook, por exemplo. Vídeos com uma duração maior normalmente têm um anúncio no meio e prejudicam a experiência do usuário.

Como mencionado pelos fundadores da HubSpot, Halligan e Shah, cada vez mais as pessoas têm autonomia para procurar os produtos que querem e, por isso, não precisam ser doutrinadas pelas propagandas. A publicidade é essencial para anunciar o seu produto ou serviço, mas já existem meios de divulgar sem atrapalhar o seu cliente.

O Inbound Marketing tem como objetivo atrair e fidelizar clientes, criando um conteúdo relevante. Essa estratégia, diferente da publicidade tradicional, desperta o interesse do consumidor que vai até a empresa e não o contrário. As empresas, ao criarem um conteúdo relevante e com qualidade para seu público-alvo, conquistam o consumidor ao abordarem assuntos que o ajudem e agreguem valor para sua vida. Ao descobrir as dores, ambições, interesses e dúvidas, as companhias podem criar materiais como e-books, v…

Clique aqui para ver a publicação completa