Quanto mais informações o lojista oferecer aos clientes no Google, maior a chance de ser priorizado na página de buscas e, por consequência, melhorar a conversão dos seus produtos – para ser mais exato, até 15% a mais em cliques, em média. Isso foi o que Rodrigo Rodrigues, Head of Industry and Retail do Google, compartilhou na sua palestra no Congresso E-Commerce Brasil Vendas 2017, nesta terça-feira (21).

Segundo ele, o grande diferencial dos varejistas online no atual cenário é saber estar junto com o internauta nos momentos certos, principalmente quando estão conectados em dispositivos móveis. “Hoje, as pessoas usam o celular a toda hora, desde o café da manhã até deitar-se, e isso gerou o que chamamos de ‘micromomentos’”, afirmou.

De acordo com Rodrigues, o Google mapeou quatro desses micromomentos: os momentos “quero saber” (quando o consumidor começa a pesquisar e entender o produto); momento “eu quero ir” (quando procura por locais e lojas, onde pode comprar), momento “eu quero fazer” (aquele em que o internauta usa o smartphone para aprender algo que não conhecia) e, por fim, o “eu quero comprar” (conversão).

Por meio de machine learning, os algoritmos do Google conseguem identificar em qual momento da jornada está o cliente – e as máquinas da gigante de buscas priorizam quem oferecer mais informações ao usuário. Isso significa que um mesmo termo buscado pela mesma pessoa pode retornar resultados em formatos diferentes – por exemplo, um mapa em vez de um telefone para contato.

Ou seja: a empresa que disponibilizar os dois tipos de extensões – mapa e telefone – muito provavelmente vai ser priorizada pelo motor de buscas sem gastar nada a mais por isso.

“A melhor forma de capturar esses momentos e ser relevante para o consumidor é com o uso de machine learning”, cravou Rodrigues. Para ele, existem três pilares que os lojistas devem seguir para aumentar a taxa de conversões: anúncios, extensões e presença.

De acordo com levantamentos feitos pelo Google, um grupo de ao menos três anúncios costuma melhorar o CTR em mais 10% a 15%. “Identifique a mensagem mais atraente e que reflita seus objetivos de negócio”, explicou.

Já as extensões – mapas, download de aplicativos ou possibilidade de ligação diretamente da página de buscas, por exemplo – são fundamentais para o varejista chamar a atenção dos algoritmos. “A própria ferramenta [do Adwords] mostra quais ferramentas são elegíveis e quais estão usando extensões e quais não estão”, afirmou o palestrante.

Para finalizar, o lojista que entender o consumidor, sua jornada de compra e os momentos nos quais ele se encontra vai se fazer presente no dia do internauta – de manhã até a hora de dormir.

“É preciso garantir que eu [anunciante] apareça para os internautas. Para isso, precisamos ter certeza que os anúncios estão chegando no momento certo”, concluiu.

Se você gostou da notícia compartilhe nos botões abaixo ou ao lado.

Fique atualizado, siga a gente no Instagram Facebook

Faça a análise SEO da sua empresa gratuitamente e em menos de 1 minuto. Análise Mercado Binário

Veja o texto original

Somos uma agência diferente, focada em vendas e automação.
http://criacaode.site
http://desenvolvimentode.site http://criacaositecuritiba.com

Até a próxima  🙂
Abraços Rodrigo Schvabe

Ou entre em contato conosco
Email: atendimento@mercadobinario.com.br


Endereço:
Mercado Binário

3ª andar – Av. João Gualberto, 1881 – Juveve,
Curitiba
Paraná
8003000

Telefones: (41)3908-8448
WhatsApp:(41)99547-3615