Segundo a 3ª Pesquisa Nacional do Varejo Online realizada pelo E-Commerce Brasil e Sebrae, 36% das lojas virtuais utilizam as redes sociais como plataforma de venda e 13% usam algum aplicativo como canal de negócio. Neste contexto, mapear aparelhos celulares, construir perfis de consumidores a partir destes dados e aproveitar o potencial da geolocalização para entregar conteúdo e experiências de compra precisas têm sido uma estratégia interessante para os varejistas. Para falar um pouco mais sobre como as tecnologias mobile associadas à geolocalização ajudam na logística e nas vendas de um e-commerce, conversamos com Frederico Hohagen, diretor geral da Maplink, empresa do mercado de geolocalização com atuação no Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e México.

ECB: Como tecnologias ligadas à geolocalização e mobile podem ajudar os lojistas a diminuírem os gargalos de logística e entrega no Brasil? Essa solução com foco na logística tem alcance nacional?

Frederico Hohagen: A atual maturidade da tecnologia permite que os lojistas façam investimentos em geolocalização e logística para que tenham um rápido retorno para seus negócios.

Agora, as companhias podem entender a movimentação de seus consumidores, identificar ocasiões importantes para se comunicarem com eles de forma assertiva e personalizada e também se aprofundarem no perfil de sua base ao entender seus hábitos, e consequentemente, vender mais. No âmbito logístico, quando um e-commerce utiliza soluções capazes de otimizar seu serviço de entrega de mercadorias, este pode otimizar suas rotas, reduzir os seus custos com transporte e enviar da forma mais ágil um produto, o que impacta diretamente na satisfação de seus clientes.

As soluções de geolocalização e logística da Maplink atendem todo o Brasil, América Latina e Europa, e auxiliam tanto as PMEs quanto às grandes empresas de e-commerce a conhecerem melhor seus consumidores e transportarem seus produtos de forma rápida e eficiente, com soluções como Findrix, Minhas Rotas e Axiodis.

ECB: Como essas mesmas tecnologias conseguem ajudar na prevenção de fraudes?

Frederico Hohagen: Soluções de geolocalização como o Findrix permitem também que a localização seja usada para questões de segurança como validação se a pessoa que está usando o cartão está mesmo no local do ponto de venda ou se a transação on line que está sendo feita em determinado local é compatível com a localização do usuário.

Já as soluções de logística Minhas Rotas e Axiodis ajudam o proprietário do e-commerce a calcular os custos exatos de suas frotas e a determinar os pontos de parada para entrega, monitorando se tudo está sendo cumprido conforme o indicado. No caso do Axiodis, ainda, é possível acompanhar o trajeto em tempo real, comparar a rota sugerida com a indicada, comprovar a entrega e faturar o pagamento com antecedência para a transportadora, por exemplo.

ECB: Como funciona a questão de proteção de dados e segurança no caso da Findrix?

Frederico Hohagen: A Maplink tem 16 anos de experiência trabalhando com dispositivos móveis, localização e com grandes quantidades de dados anônimos; não armazenamos banco de dados de empresas parceiras. Não é necessária nenhuma informação do usuário para a utilização da ferramenta Findrix. O desenvolvedor apenas fornece um ID externo para depois conseguir linkar com as informações proprietárias dos usuários, que deve autorizar o compartilhamento da localização e a coleta de informações via configuração de privacidade.

ECB: Existem cases de sucesso de lojas virtuais que já usam essas tecnologias?

Frederico Hohagen: Temos hoje como clientes empresas de venda de ingressos de shows e teatro, venda de imóveis e aplicativos para reserva de restaurantes, entre outros, que estão testando a nossa tecnologia.

ECB: Qual é o perfil de quem usa esse tipo tecnologia? Em geral são pessoas mais jovens que ficam mais tempo conectadas e com o celular?

Frederico Hohagen: Por não se tratar diretamente de um aplicativo, mas sim de uma “camada” que se integra com um aplicativo já existente, não há diferença no uso para o usuário final. Dessa forma, o perfil do usuário da nossa solução é exatamente o mesmo perfil de quem possui o aplicativo de determinada empresa (que usa o Findrix) instalado. Por possuir uma tecnologia inovadora, o Findrix funciona em “background” com baixo consumo de bateria e sem a dependência da abertura do aplicativo do parceiro.

ECB: O celular é o principal dispositivo responsável pela “integração natural” entre o e-commerce e as lojas físicas. Existe alguma forma de mensurar esse fluxo através da Findrix? (Consumidores do app que vão até a loja física?)

Frederico Hohagen: Sim, é possível cruzar as informações dos usuários que possuem o app da empresa que usa o Findrix instalado com suas movimentações, permitindo impactar esse consumidor de maneira diferenciada e inovadora. Vale ressaltar que a precisão não é a mesma de soluções que se comunicam e coletam dados através de um hardware, mas temos tido resultados excelentes com os nossos clientes e parceiros atuais.

ECB: Que ações de marketing podem ser desenvolvidas através dos dados obtidos relacionados a segmentação e geolocalização?

Frederico Hohagen: Quando as empresas levam em consideração a localização dos potenciais consumidores, elas garantem um direcionamento muito mais assertivo. Além disso, é possível refinar melhor os públicos de interesse, ampliando ou afunilando a segmentação de acordo com o objetivo.

Com esse tipo de tecnologia, é possível apresentar notificações do tipo push quando a solução identificar que o usuário está em uma área onde bens ou serviços de seu interesse, com um call to action relevante, que garanta mais chances de conversão.

Também podemos definir grupos de interesse ou “personas”, tendo como base locais que este determinado grupo frequentou no passado. Por exemplo: oferecer a camisa de um time de futebol para usuários que estiveram no Maracanã no domingo entre 14 e 19h. As possibilidades são infinitas e queremos dar as ferramentas necessárias para as equipes de marketing dos nossos clientes, inclusive e-commerces.

Se você gostou da notícia compartilhe nos botões abaixo ou ao lado.

Fique atualizado, siga a gente no Instagram Facebook

Faça a análise SEO da sua empresa gratuitamente e em menos de 1 minuto. Análise Mercado Binário

Veja o texto original

Somos uma agência diferente, focada em vendas e automação.
http://criacaode.site
http://desenvolvimentode.site http://criacaositecuritiba.com

Até a próxima  🙂
Abraços Rodrigo Schvabe

Ou entre em contato conosco
Email: atendimento@mercadobinario.com.br


Endereço:
Mercado Binário

3ª andar – Av. João Gualberto, 1881 – Juveve,
Curitiba
Paraná
8003000

Telefones: (41)3908-8448
WhatsApp:(41)99547-3615