Dedique sua energia transformando o bom em excepcional!

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente dar o play abaixo!

Você sai todos os dias pela manhã para o trabalho. Um pouco parecido com a época em que caminha solitário para a escola — ainda criança.

Certos professores eram verdadeiros mestres e nos inspiravam. Mas a maior parte deles sempre esteve muito focado em ressaltar aqueles pontos em que você apresentava uma deficiência. Por exemplo, era muito comum se dizer: “em matemática ou em português você está indo mal e precisa concentrar todo o seu esforço nestas matérias”.

O foco em corrigir fraquezas levou à negligência aos pontos fortes.

A maioria das empresas sabe que cada funcionário é diferente do outro, mas não sabe capitalizar essas diferenças. Somos constantemente encorajados a corrigir nossas fraquezas para melhorar nossa produtividade. Assim, as organizações continuam sendo espantosamente ineficientes quando se trata de ajudar a revelar os nossos pontos fortes.

Sei que você agora me perguntará: ok, mas como mudar este cenário?

Bem, vamos lá:

Buckingham e Clifton, autores do livro ‘Descubra Seus Pontos Fortes” afirmam que: somente 20% dos funcionários nas organizações sentem que seus pontos fortes estão sendo utilizados.

Veja, o autor não menciona, mas vemos Pareto interferindo aqui, não é? 80% dos funcionários gastam seu tempo em torno de superar seus pontos fracos e não de aprimorar seus pontos fortes.

Exatamente como acontecia com você, solitário, diante do professor na escola a apontar para suas notas vermelhas!

Hoje, a realidade da maioria das organizações não é diferente daquela. As empresas são construídas sob duas premissas: ambas falsas.

A primeira é que qualquer um de nós pode adquirir conhecimentos e técnicas para ser ótimo em qualquer tipo de atividade. Isso é falso!
E a segunda é que as pessoas progridem mais eficazmente quando corrigem seus pontos fra…

Click here to view full post