Uma pesquisa feita em 24 países pela Ipsos e pelo Centro para Inovação de Governança Internacional, em parceria com as Nações Unidas, mostrou que a maior parte dos internautas está com medo de usar a internet por questões de segurança e, consequentemente, tornou-se mais propensa a diminuir a frequência de compras no e-commerce. De acordo com o estudo, o Brasil e a América Latina estão entre as regiões com consumidores mais desconfiados.

Segundo o “Global Survey on Internet Security and Trust” (“Pesquisa Global sobre Confiança e Segurança na Internet”, em tradução livre), 55% dos usuários têm muita ou alguma preocupação em relação à sua privacidade na web. No bloco formado por Brasil, Índia e China (BIC), o índice é ainda maior – 63% não confiam na internet. Os demais países da América Latina tiveram um resultado semelhante: 64%.

Tamanho “pé atrás” se reflete no uso de sites e-commerce. Entre aqueles que disseram nunca comprar a online (22% no mundo inteiro, 20% no Brasil), a razão principal é a desconfiança nas plataformas de compra online, seguido por “já ouvi histórias negativas sobre comprar online” e “é muito caro”. Passe o mouse e veja os dados no gráfico abaixo.

 

!function(e,t,s,i){var n=”InfogramEmbeds”,o=e.getElementsByTagName(“script”),d=o[0],r=/^http:/.test(e.location)?”http:”:”https:”;if(/^/{2}/.test(i)&&(i=r+i),window[n]&&window[n].initialized)window[n].process&&window[n].process();else if(!e.getElementById(s)){var a=e.createElement(“script”);a.async=1,a.id=s,a.src=i,d.parentNode.insertBefore(a,d)}}(document,0,”infogram-async”,”//e.infogr.am/js/dist/embed-loader-min.js”);

Não compro no e-commerce porque…
Create pie charts

“O ponto fraco da internet é a confiança, e quando ela fica abalada, as consequências para a economia digital são praticamente irreparáveis”, afirmou Fen Osler Hampson, diretor do programa que realiza o estudo, em comunicado à imprensa. “Os resultados dessa pesquisa global oferecem uma visão sobre por que os formadores de políticas devem ficar preocupados, e por quais razões existe uma forte ligação entre confiança do usuário e a saúde do e-commerce”, completou.

“A pesquisa confirma a importância de oferecer proteção adequada ao consumidor e manter a proteção de dados sempre em dia, áreas em que diversos países em desenvolvimento estão ficando para trás”, explicou Shamika Sirimanne, diretor da divisão de Tecnologia e Logística da UNCTAD, órgão das Nações Unidas para fomento do comércio. “Mais capacitação é urgente”, finalizou.

Por outro lado, os números indicam melhora na usabilidade dos sites de e-commerce e na propensão dos brasileiros em comprar online: 53% dos residentes do BIC disseram ter ficado mais fácil fazer compras pela internet, enquanto 35% não notaram diferença. No resto da América Latina, os índices ficaram, respectivamente, em 51% e 35%.

Pagamentos

Quando se trata de pagamentos online, porém, o Brasil ainda está longe de outros mercados onde essa tecnologia já avançou. Segundo o levantamento, 58% dos consumidores do país estão propensos a utilizar formas de pagamento pela internet ou pelo smartphone, enquanto 95% dos indonésios deram a mesma resposta, seguidos por China e Índia, ambas com 86%.

As nações mais desenvolvidas, por outro lado, ficaram no fim da lista, bem atrás do Brasil. Japão, França e Alemanha fecharam a lista, respectivamente com 29%, 27% e 27%. Pouco mais de quatro em cada dez americanos disseram estar propensos a pagar pela internet ou dispositivos móveis.

Confira o estudo completo neste link.

Se você gostou da notícia compartilhe nos botões abaixo ou ao lado.

Fique atualizado, siga a gente no Instagram Facebook

Faça a análise SEO da sua empresa gratuitamente e em menos de 1 minuto. Análise Mercado Binário

Veja o texto original

Somos uma agência diferente, focada em vendas e automação.
http://criacaode.site
http://desenvolvimentode.site http://criacaositecuritiba.com

Até a próxima  🙂
Abraços Rodrigo Schvabe

Ou entre em contato conosco
Email: atendimento@mercadobinario.com.br


Endereço:
Mercado Binário

3ª andar – Av. João Gualberto, 1881 – Juveve,
Curitiba
Paraná
8003000

Telefones: (41)3908-8448
WhatsApp:(41)99547-3615