Foto: Reprodução Street View

Oito bandidos explodiram uma agência bancária em Piraí do Sul, nos Campos Gerais, nesta quarta-feira (10). Os assaltantes fizeram um cerco na entrada e na saída da cidade para impedir a ação dos policiais.

Ao todo, foram três explosões. Todas aconteceram por volta das 4h30 da manhã e a ação dos bandidos durou aproximadamente cinco minutos. O objetivo não era apenas os caixas eletrônicos, mas sim, o cofre do banco que fica no Centro da cidade.

Segundo o delegado da Polícia Civil da cidade, Durval Ataíde Filho, o grupo criminoso se preparou para o crime. Enquanto uma parte da quadrilha explodia o banco, outra impediu a ação da Polícia Militar.

https://cbncuritiba.com/wp-content/uploads/2018/01/SONORA-ASSALTO-AGÊNCIA-1.mp3

Ainda de acordo com o delegado, durante a fuga, os suspeitos espalharam miguelitos, pregos utilizados para estourar o pneu das viaturas policiais. Eles fugiram em dois veículos.

https://cbncuritiba.com/wp-content/uploads/2018/01/SONORA-ASSALTO-AGÊNCIA-2.mp3

O Instituto de Criminalística de Ponta Grossa foi acionado para periciar o local. O delegado ainda alertou que a região é alvo frequente das quadrilhas que assaltam agências bancárias.

https://cbncuritiba.com/wp-content/uploads/2018/01/SONORA-ASSALTO-AGÊNCIA-3.mp3

A agência bancária foi isolada e o valor levado pelos assaltantes ainda não foi informado. Até o momento, nenhum suspeito foi localizado.

Assalto com reféns

O assalto a Piraí do Sul não foi o único nesta quarta. Em Guaraqueçaba, no litoral do Estado, três ladrões armados fizeram cinco pessoas reféns e explodiram dois caixas eletrônicos de uma agência bancária.

Segundo a Polícia Militar de Guaraqueçaba, os criminosos usaram os moradores como ‘escudo’ para conseguir evitar a ação policial. Eles fugiram em dois veículos e houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido.

Cerca de 20 quilômetros do local do roubo, um carro utilizado pelos bandidos foi incendiado. A quantia l…

Click here to view full post