Polícia confirma a morte do motorista do carro encontrado no Parque Tingüi

Polícia confirma a morte do motorista do carro encontrado no Parque Tingüi

Foto: Lucian Pichetti

A movimentação foi intensa na manhã desta sexta-feira no Parque Tingüi, tanto de curiosos quanto de policiais e bombeiros, que tiveram que realizar buscas no lago do parque. Lá estava um carro, submerso, e não havia qualquer sinal do motorista.

O guarda municipal Coimbra, que esteve no local, contou como ficou sabendo da existência de um automóvel dentro do lago do Parque Tingüi.

As equipes que realizaram as buscas no local verificaram que no veículo estava a carteira com todos os documentos do condutor. A família do motorista, identificado como Marcos Mathozo Cordeiro, de 25 anos, foi para o parque assim que recebeu a informação sobre o carro.

O guarda municipal Coimbra revelou que o último contato de familiares com o motorista aconteceu durante a madrugada desta sexta-feira.

Toda a ação chamou a atenção de frequentadores do parque, moradores da região e também de motoristas que trabalham por meio de um aplicativo de transporte de passageiros em carros particulares. Eles foram para lá assim que surgiu a identificação do automóvel e do seu condutor, que também atuava por meio da plataforma. Os motoristas falaram sobre a falta de segurança.

Enquanto as buscas aconteciam, veio a informação de que o recolhimento do corpo de um homem em Almirante Tamandaré poderia ter ligação com o carro encontrado no lago do Parque Tingüi. Horas depois, a polícia conseguiu confirmar que se tratava de Marcos Mathozo Cordeiro, que foi assassinado a tiros.
Agora, a Delegacia de Almirante Tamandaré vai investigar o caso.

Repórter Joyce Carvalho

Click here to view full post

Qual KPI estratégico mede o futuro da sua empresa?

Qual KPI estratégico mede o futuro da sua empresa?

Conheça os riscos e virtudes da criação e do acompanhamento do indicador estratégico, o principal driver da sua empresa.

Já é senso comum entre empreendedores o uso de KPIs (Key Performance Indicators) dentro da empresa para acompanhar o desempenho de processos-chave. Este artigo do Portal Endeavor detalha de forma bastante clara essa questão. Um conjunto adequado de KPIs inteligentemente construídos — e principalmente acompanhados — facilita muito a obtenção de um diagnóstico da operação da empresa e também a gestão corporativa. Como diz o artigo, os mais comuns são utilizados para: produtividade, qualidade, capacidade, atendimento, e estratégia.

Por incrível que pareça, em muitas empresas que trabalham eficientemente com KPIs, eu sinto muita falta do último — e, na minha visão, o principal — KPI: o indicador estratégico. Observo dois problemas comuns: ou a ausência total do indicador estratégico ou a adoção de indicadores incompletos. Sinceramente, não sei o que é pior.

Indicadores estratégicos incompletos:

Na maioria das vezes, os indicadores estratégicos são desdobrados em metas nas áreas e sub-áreas da empresa. E metas são metas. Uma vez que elas são definidas, os executivos se desdobrarão para cumpri-las e garantir seus bônus. Definir um indicador incompleto, portanto, é um grande risco para a companhia.

Vou exemplificar essa questão com uma observação a distância que faço do mercado de telecomunicações. Minha empresa atende algumas empresas de telecom há alguns anos e observo um certo padrão que pode ser danoso para o negócio. Como sabemos, o mercado de telecom brasileiro sofreu uma consolidação nos últimos anos e a disputa por clientes é acirrada, haja vista a guerra de promoções que vemos todos os dias na mídia.

A primeira tendência dos investidores, portanto, quando expressam seus desejos aos CEOs é algo como: queremos ser líderes; queremos ganhar representatividade no mercado. E assim aconte…

Click here to view full post

A velocidade do site afeta a experiência do usuário

A velocidade do site afeta a experiência do usuário

Você gosta de ficar esperando o seu pedido no restaurante? Ou de ficar na fila do banco? Congestionamento acho que você também não gosta, né? Claro que não! Ninguém gosta de ficar esperando, e não é culpa de uma geração imediatista, mas de prazos cada vez mais curtos. Imagino que você já teve a sensação de ter muita coisa para fazer, mas pouco tempo para executar. E isso é normal. Sempre buscamos formas de otimizar o nosso tempo. Porém, quando algo demora, ficamos insatisfeitos, pois pode afetar em outras atividades do nosso dia. Então, deixamos de comer em determinado lugar, de pagar contas naquele banco ou de pegar aquele trajeto, afinal, nossa experiência não foi nem um pouco positiva.

Dessa mesma forma funciona a experiência do usuário no mundo digital. O chamado UX (User Experience) é a forma como visitantes, ou mesmo clientes, navegam pelo seu site. Um relatório feito pela Dynatrace mostrou que 88% dos usuários não voltariam a uma loja virtual que proporcione uma má experiência de uso. São vários fatores que estão envolvidos com a experiência do usuário (UX), como o visual, interatividade, intuitividade, o site ser responsivo para dispositivos móveis (celulares e tablets) e velocidade. Vamos entender por que a velocidade do seu site é tão importante:

A atenção do usuário na internet é curta

Já reparou quanto tempo que você fica em uma página no Facebook ou em um perfil no Instagram? Esse tempo é bem curto, pois a atenção na rede é muito dispersa. Ao rolar a barra infinita do Facebook, do Instagram ou do Twitter, você vê várias postagens, coisas engraçadas, notícias importantes e momentos bonitos, mas nada que te prenda por mais de um ou dois minutos.

E quando estamos em um site não é diferente. Buscamos as informações rapidamente, se não a encontramos de um modo fácil, já saímos da página e entramos na próxima. Se esse site demorar para carregar então, já pulamos na hora para o próximo. Assim, quanto mais veloz o carregamento da página, mais fácil será p…

Click here to view full post

Motoristas de aplicativos protestam em frente a UberFest

Motoristas de aplicativos protestam em frente a UberFest

Foto: Lucian Pichetti

O protesto dos motoristas de aplicativos de transporte de passageiros foi em frente a Universidade Positivo, na Cidade Industrial de Curitiba. Não por acaso. Ocorria ali, no Teatro Positivo, a Uber Fest, festa anual da empresa que homenageia e premia cerca de 500 funcionários mais bem avaliados pelos usuários. E foram usuários que teriam assassinado dois motoristas de aplicativos em 48 horas. A revolta dos trabalhadores, que protestaram com faixas e cartazes, foi motivada pelo descaso e falta de segurança, como explica o representante dos motoristas, que não quis ter o nome divulgado.

No sábado, o corpo de Agnaldo Felipe Milki, motorista do aplicativo 99 POP, foi encontrado em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. O homem, de 34 anos, foi morto a facadas. Na sexta-feira, 19, Marcos Mathozo Cordeiro, de 25 anos, foi encontrado morto em Almirante Tamandaré, também na grande Curitiba. O carro do motorista da Uber foi retirado do fundo de um lago do parque Tingui. Ontem, os colegas dos profissionais mortos protestaram também pelo descaso dos representantes das empresas, que, segundo eles, comparecem a festas, mas não dão as caras nos velórios dos trabalhadores.

Após o protesto em frente a UberFest, a empresa se manifestou em nota, que diz o seguinte:

“A Uber respeita o direito democrático à livre manifestação e está sempre à disposição dos motoristas parceiros para dialogar e ouvir sugestões. Hoje mesmo, durante o dia, um grupo de motoristas já foi recebido pelos representantes da empresa em Curitiba. Todavia, cabe esclarecer que os dois casos relatados pela mídia citando o aplicativo desde a última sexta não ocorreram durante o uso da plataforma – e são, portanto, casos típicos da violência urbana que infelizmente permeia n…

Click here to view full post

Guarda flagra três furtos a escolas em 15 dias

Guarda flagra três furtos a escolas em 15 dias

Foto: Divulgação/Prefeitura de Curitiba

Dois adolescentes, de 15 e 17 anos, foram apreendidos enquanto tentavam roubar uma escola, em Curitiba. A situação aconteceu por volta das 21h de ontem (22), na Escola Municipal Prefeito Omar Sabbag, que fica no bairro Cajuru. Conforme a Guarda Municipal, a apreensão foi realizada depois de uma denúncia anônima.

Os adolescentes já haviam retirado 11 aparelhos de televisão que ficavam nas salas de aula, chumbados na parede. Eles utilizaram um pé-de-cabra. Quando se preparavam para sair do colégio, foram flagrados pelos guardas. A dupla foi encaminhada a Delegacia do Adolescente.

Dois dias antes, no sábado (20), uma equipe da Guarda Municipal perseguiu e interceptou um carro com o produto do roubo da Escola Municipal Otto Bracarense Costa, que fica na Rua Desembargador Cid Campelo, na Cidade Industrial.

Dois rapazes, – um de 22 anos e um adolescente de 13 – colocavam os objetos no veículo quando viram os guardas. Eles tentaram fugir, mas foram pegos cerca de 1 km depois, quando bateram o carro contra outro veículo.

Os ladrões sofreram escoriações leves e foram medicados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Fazendinha. Em seguida, foram entregues à polícia. O garoto foi encaminhado para a Delegacia do Adolescente.

Eles conseguiram retirar da escola dois tablets, uma TV e vários pares de luvas de lutas marciais, usadas nas atividades de Prática Física. Os pertences da escola foram recuperados, mas o local ficou bastante danificado.

De acordo com o Secretário da Defesa Social de Curitiba, Guilherme Rangel, foi o terceiro flagrante da Guarda Municipal em 15 dias.

Segundo o secretário as escolas são alvos fáceis dos assaltantes, que conseguem burlar os sistemas de segurança.

A Secretaria da Defesa Social deve implantar …

Click here to view full post